segunda-feira, 14 de março de 2011

Em uma noite de Bad ...


As vezes da vontade de voltar a ser criança, da saudades de quando tudo era mais fácil,de quando não se sabia o que seria sofrer por amor e não nos preocupávamos muito com o futuro, a infância; não foi ótima,se eu pudesse, com certeza eu voltaria, tenho saudades de correr descalça e de quase fazer chichi nas calças enquanto me escondia no escuro brincando de esconde esconde, saudades da empolgação que sentia no primeiro dia de aula, saudades da facilidade em fazer amigos, saudades das broncas dos avós, das brigas com os primos de espiar você lendo gibi no banheiro, saudades de muitas coisas que não voltam mais;Quando era mais nova não via a hora de crescer de fazer 17 anos,orra o tempo passou  eu nem senti, vou fazer 18 estou no ultimo ano do colégio, e o meu cérebro parece que está ficando mais fraco, o coração mais mole. hoje a motivo mais forte que me faz levantar todas as manhãs e ter vontade de olhar o céu todas as noites, é o de ter te conhecido, depois que isso aconteceu parece que tudo fez sentido, que tudo se encaixou, eu não sei como seria sem você, antes eu não sabia ao certo o que vim fazer nessa porra de mundo medíocre, hoje sei que vim para te amar, para te fazer feliz, eu penso em você a cada segundo que eu respiro (e até sem respirar), eu sempre te conheci, dez da nossa infância, quando você me achava mesquinha e super protetora, e pensávamos que erramos primos, você se mudou;Perdemos o contato, mas o acaso fez com que você voltasse para passar alguns dias, para refrescar a cabeça de cidade grande,quando te reencontrei, nossa, foi super incrível, indescritível, a noite ficou mais bonita, o céu mais estrelado, e meu coração começou a pulsar mais forte e eu pude perceber que aquilo era sincero, que aquilo vinha natural de mim, nunca havia me sentido assim.Ficamos todos os dias juntos, o máximo possível (puta saudades), lembro (e como)de quando tudo ainda era secreto(mas todos já desconfiavam), estávamos sentados na mesa com a vó, e por de baixo da mesa estamos segurando um a mão do outro, nunca gostei de coisas fofinhas, mais amei aquilo, porque era você que estava segurando em minhas mãos, porque quem me olhava com amor era você, você sempre me fez bem. Mas....Você tinha que voltar, voltar para sua casa, sua cidade,e eu não queria, não queria perder tudo aquilo, todo aquele êxtase, nós resolvemos que não iria acabar, não poderia, nem que quiséssemos, estava em nós ... e quando te vi entrando naquele caminhão,quando vi, já havia posto meus sonhos e meus desejos na sua mochila, e ficar sem você me fez mal, mais saber que você existe e que eu logo em breve poderia te ver outra vez, me faz bem, muito bem, muito, muito, muito bem mesmo, me fez aprender a ser paciente, mas talvez isto tenha se desgastado, talvez todo este "êxtase"  tivesse acabado, mas só talvez, porque realmente a distância é uma merda, ela nos corroê, e eu nunca quis te fazer mal, talvez isso tivesse sido apenas uma "paixão de verão" como você já havia classificado antes*, talvez sim, mais não para mim, aqueles dias foram os melhores dias da minha vida, pra mim isso vai durar pra sempre, dentro do meu coração, por mais que se quebre, nunca se acaba, pelo menos não pra mim, EU TE AMO, eu te quero, você é a pessoa que faz com que sempre houvesse um sorriso em meu rosto, porque eu posso te ver mesmo com os olhos fechados, porque eu posso te sentir sem que precise te tocar, e se se quebrar, isso vai me machucar, muito, muito mesmo, mas dentro de mim eu sempre continuarei te amando, e mesmo com meu corpo amortecido, eu vou continuar sentindo, porque eu fui feita para amar você
EU TE AMO, SÓ SEI DISSO! ♥

Nenhum comentário:

Postar um comentário