sábado, 11 de fevereiro de 2017

Sadness ; end



Desde que me recordo, sempre fui uma pessoa perturbada.
Desde que me entendo por gente, nunca encontrei sentido neste mundo caótico.
São incontáveis as vezes que pensei em desistir, e sim, sou fraca. Já me dispus a muito e quase prazerosamente ficava imaginando o sufocar de algo apertando meu pescoço ou o sangue saindo da minha pele...
Eu tinha, nesses pensamentos, a sensação de libertação, como se a dor física fosse mais agradável do que a tormenta mental.
Mas como citado acima, sou fraca. Sempre fui o tipo de pessoa que só faz algo quando tenho certeza de que dará certo.
Nunca cortei meus pulsos, por exemplo, por medo de não morrer, sim, o medo era de não morrer e ser taxada como uma "garota querendo atenção". Bizarro, não?
Talvez por guardar esta inquietude desenvolvi alguns problemas físicos causados pela famosa ansiedade e quando tinha a sensação de sufocamento gerada por todo um processo químico no cérebro, ora queria que essa sensação passasse o mais rápido possível, ora queria que o sufocamento fosse definitivo.
De fato, essa fui eu por muito tempo e este passado sombrio ainda me assombra.

Hoje sei que minha dor, meu sofrimento, estão em minhas mãos e eu sou capaz de mudar as coisas que me incomodam. Aprendi a dar valor no que tenho, aprendi a se grata.

Meu mundo está em minhas mãos, hoje.






domingo, 27 de março de 2016

Tudo que eu sempre quis




A música tocando e nossos olhos se cruzando como flechas em seus destinos.
O seu sorriso, não sei como ele consegue mexer assim comigo....
Tudo que eu sempre quis.
Eu sinto aquele aconchego que aquece o corpo quando me abraça, é eu sinto que é você.
Não quero fugir, é você!
Você é minha única exceção.
Sempre vai ser você, mas nem tudo é como tem que ser.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Epitáfio


Quero escrever mas não consigo, minha mente está a mil.
Por que tudo isso?
Quero ir embora, quero fugir daqui, mas não sei pra onde ir...
...Espera, eu não tenho pra onde ir.
É  uma angústia tão grande que me falta o ar, doí o peito.
- Mas calma, vai passar, vai ficar tudo bem, menina.
Você só precisa se encontrar, você fugiu de você mesma.

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Ser hipócrita.


Ser hipócrita, ser humano.
Me explique qual a necessidade de dizer eu te amo sem ao menos saber o que isso significa?
Já sei, a resposta de reciprocidade.
Mais também sei que a reciprocidade não é só na resposta, e sim, na necessidade.
  Ó Deus, porque essa necessidade?
  Olhe bem, você ja fez isso, eu também, você acha que sabe o que é amor, não, você não sabe! Nem eu.
 

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Velhos tempos.


Fotos de criança.
Contagem regressiva.
As cores eram mais fortes, mais vivas.
Você ainda se lembra da dor no estomago de tanto rir?
Os sonhos, doces sonhos, inocentes ...
São tantos caminhos para seguir,
e nós sempre tomamos o caminho errado.
A verdade é que nada disso volta.
 As cores, elas se desbotam e os caminhos se apagam.
Foi um dia no qual eu corri para me esconder 
e nunca mais encontrei o caminho de volta pra casa ...









segunda-feira, 21 de julho de 2014

Fábula da sinceridade.



Nós sempre procuramos em nós o conto de fadas ideal.
Você era meu porto seguro e eu era o seu a 796 km de distância,
Nós acreditávamos que havíamos sido feitos um para o outro,
e que só a distância era o nosso dragão.
Hoje, eu paro pra observar, e vejo que nos somos o conto de 
fadas um do outro, mais só o conto.
Eu amo você, mais não pra mim, você não é meu príncipe,
e nem eu sou sua princesa, você é/foi meu amigo, meu melhor amigo,
a unica pessoa com quem eu fui sincera de verdade,
com quem eu pude me abrir, mostrar quem eu era.
Quando estamos próximos, o conto se mostra um conto, 
mais não é por isso que eu vou deixar de ser sua amiga, 
a pessoa com quem você divide teus medos, teus erros.
Sinto falta do nosso conto de fadas.
Sinto falta do meu porto seguro.


domingo, 20 de julho de 2014

Acredite.


É preciso de fé em si mesmo pra ir atrás do que quer,
correr de dentro de casa sem nem olhar para trás.
A perdição seduz até o mais forte, a batalha é necessária.
Sorria e tenha fé, você vai conseguir o que quer sem
ter que correr de volta pra casa.
Deixe teu coração dançar descalço nas ruas de São Paulo.
Olhe, as luzes, são lindas.
E você vai chegar a onde deseja.